Pequenas intervenções mudam a face de Lagoa e Carvoeiro



Melhorar a imagem urbana e realizar intervenções que contribuam para a valorização do património são duas das grandes linhas de ação que têm marcado a intervenção do executivo da União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro, liderado por Joaquim João.

As pinturas do muro da Estrada do Paraíso, da escadaria da Praia do Paraíso, do miradouro do Paraíso e do Arco da Vila, na cidade de Lagoa, a recuperação dos bancos no jardim das laranjeiras e de todos os bancos de jardim da vila de Carvoeiro são apenas alguns dos exemplo de pequenas intervenções que quase passam despercebidas à população, mas que contribuíram e muito para a melhoria do espaço urbano da freguesia.


A limpeza das grelhas de escoamento de águas pluviais em Benagil, a pintura das Ilhas rodoviárias nas entradas da cidade de Lagoa e Estrada N124-1, a pintura do muro na estrada nacional 124-1, junto à entrada de Carvoeiro, a recuperação de uma carroça tradicional e respetiva colocação na entrada da cidade e a limpeza dos candeeiros na Igreja Matriz de Lagoa são mais alguns exemplos que comprovam a preocupação do executivo de Joaquim João com pequenos aspetos, mas que se revelam importantes no quotidiano da população.


Ainda nesta linha, prossegue a recuperação da entrada norte de Lagoa, que vai valorizar ainda mais a cidade, conferindo-lhe uma imagem de tradição, aliada a modernidade, concorrendo para uma maior atratividade junto daqueles que nos visitam.


A limpeza de diferentes espaços públicos tem sido outra das preocupações, tendo sido realizadas inúmeras ações como o corte de ervas e desbaste de árvores no Bairro Che Lagoense